Uma coisa puxa outra, como cantou Tião Carreiro

September 7, 2018

Uma coisa puxa outra, vai aqui minha opinião

Que seria da cidade sem ajuda do sertão?

 

Sem trabalho e sem luta, a gente não ganha o pão

Sem preguiça e sem moleza, a gente vira patrão

Pra quem gosta de moleza, eu dou sopa de algodão"

 

Na palma da minha mão, vemos a tentativa de confecção de silagm de grão úmido de milho/sorgo, feita com pressa e sem equipamentos adequados como moinho especifico para processamento do milho grão úmido, peneira de tamanho ideal ...

 

Uma coisa puxa outra, vai aqui minha opinião

 

Na peneira, ao lado esquerdo, vemos um lavado de fezes onde encontramos tudo que não virou leite, mas o programa de computador do seu nutricionista computou todos esses litros a mais.

 

 

 

Como cantou Tião

 

"Sem o braço do caboclo, não existe produção

Não tem soja não tem trigo, nem arroz e nem feijão

 

Sem auxílio da lavoura, não vai nada pro fogão "

Não adianta o caboclo produzir e comprar bem, mas não processar os alimentos da maneira correta.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

December 26, 2019

October 27, 2019

September 28, 2019

September 9, 2019

August 26, 2019

Please reload